04 setembro 2016

Como é possível o melhor médio...


Um desabafo sobre a tremenda injustiça sobre o Pizzi.

Quinta-feira, dia 2 de setembro de 2016, estádio do Bessa XXI, Portugal contra Gibraltar, 2ª parte, um jogador da seleção gibraltina entra de carrinho sobre o agora jogador do Barcelona, André Gomes. Este que tinha entrado minutos antes, tem de sair de campo, deixando a seleção nacional a jogar com 10 porque já tinha efectuado todas as substituições. O azar de uns é a sorte de outros, mas desta feita a sorte acaba por ser mesmo uma espécie de bilhete premiado do euromilhões. Pelo menos para o jogador portista André André.

Não me interpretem mal, o médio azul-e-branco é um bom jogador. No entanto, não teve, nem está, nem de perto, nem de longe ao nível do nosso médio-ofensivo polivalente Pizzi. E é aqui que começa a tremenda injustiça. Sinceramente, do ponto de vista tático, técnico e físico não consigo encontrar uma explicação cabal para tal escolha de substituto de André Gomes. Eu gostaria de saber qual o motivo para o Fernando Santos ter optado pelo André André e não pelo Pizzi. Taticamente, o André André está rotinado para jogar como médio interior. Verdade que a seleção nacional testou o 4-3-3, mas também testou um 4-4-2 na segunda parte. E, tendo Adrien, João Moutinho e também João Mário para as posições de interiores, a entrada de André André vai ser mesmo para quê? Depois tecnicamente o Pizzi acrescenta muito mais ao jogo, não apenas pela sua visão de jogo, como qualidade de execução. E, em termos físicos, o camisola 21 encarnado não fica nada a dever a um jogador que tem sido muito intermitente a nível físico ao serviço dos azuis-e-brancos.

Ao menos com o Pizzi, o Fernando Santos arranjava não só uma solução para jogar a interior se fosse necessário, mas também para jogar a "10", a ala e até mesmo a extremo direito/esquerdo. Em suma, o jogador do Benfica faz todas as posições do meio-campo para a frente e tem uma tremenda qualidade para organizar jogo, algo que muitas vezes faz falta na equipa das quinas. Aliás, bastou ver a coordenação da equipa antes e depois da entrada de Bernardo Silva. Para quando a convocatória merecidissima de Pizzi, Fernando Santos?

Quando é que convocas o Pizzi, Fernando Santos?




P.S.: Já agora, para quando a entrega da camisola 10 de Portugal ao jogador monegasco?

46 comentários:

  1. Pizzi não tem estado bem; André André está com outro andamento. Estranha-me mais a ida do Cancelo- que não joga a lateral direito no seu clube- e não ida do Semedo. Mas também com uma seleção que arrisca-se a ter dois onzes do melhor da Europa daqui a 2 anos, qualquer jogador que se deixe de fora, torna-se incompreensível face à qualidade do mesmo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O quê? O Pizzi não está bem? Então que é que ele fez em Tondela? E na supertaça?

      O André André está com outro andamento? Qual? O de jogar para o lado? Correr sem sentido? Viu-se o que este jogou no clássico frente ao Sporting...

      No caso do Pizzi acho incompreensível que não tenha sido convocado para substituir o André Gomes. A função do André Gomes no onze nesta selecção nacional é idêntica àquela que o Pizzi faz no Benfica. O André André é mais um substituto do Adrien e do João Moutinho. Sinceramente, não se compreende à luz das melhores opções técnicas... agora se vierem falar-me de interesses do Porto em querer colocar um jogador para se valorizar, já se entende perfeitamente, assim como o endeusamento pelo miúdo deles, o André Silva.

      Eliminar
  2. O Benfica é a minha seleção.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente não jogamos nestas competições de seleções de países... ;)

      Eliminar
  3. O Pizzi a época passada só foi ultrapassado em nº de assistências pelo ozil. Coisa pouca. Não vi UM jornal a falar sobre isso, não convém. Se jogasse com o fanfarrão dos 6M, era capa de jornal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na muche, meu caro! Na muche! ;)

      Eliminar
  4. Há muito que a FPF hostiliza o Benfica, concretamente,desde que o lóbi do porto a controla, agora em regime de partilha com o sporting. Veja-se o quadro de selecionadores da FPF e a sua origem. A Seleção Nacional é, acima de tudo,um instrumento de valorização de jogadores, razão do ostracismo a que os jogadores do Benfica são votados de que até a comunicação social,em geral, é cúmplice!, Pizzi é um grande jogador,que,tal como André Almeida e Nelson Semedo, estes quando estiverem bons - tem lugar no plantel da seleção. Veremos o que se vai passar agora com o Rafa. Por vergonha, e para não afastarem completamente os benfiquistas, mantêm um ou dois dos jogadores encarnados na equipa, mas...nada mais que isso. Ainda não digeriram o mundial de 66! Parece absurdo mas é verdade! Não é só no futebol; veja-se o que se tem passado no futsal, na 2ª divisão e até na formação!, irresponsabilidade e prepotência contra as equipas encarnadas é percetível pelo absurdo dos casos; dentro e fora do relvado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade! E a razão é apenas uma só: um Benfica que não seja ostracizado, como referiste, é um Benfica que domina tudo. Se domina tudo, o que fica para esses parasitas que vivem à custa do futebol? Nada!

      E é por isso que eles tentem nivelar por baixo, um pouco como os caranguejos no balde... Mete nojo! Até porque, nem percebem que poderão rentabilizar muito mais de outra maneira... mas, essa seria necessário trabalhar mais e melhor...

      ;)

      Eliminar
  5. Desculpem a franqueza, mas cago para a selecção da fpf.
    Nem dos equipamentos gosto!
    A minha selecção é o Benfica!
    Para mais, pode suceder o que aconteceu ao Semedo, que nunca mais foi o mesmo depois de se ter lesionado gravemente nessa equipa da fpf.
    Acabar com ronaldetes, trauliteiros como o pepe, repôr os equipamentos tradicionais e um seleccionador competente e, então, já sou capaz de ver a equipa da fpf com outros olhos.
    Até lá, jamais!

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Conforme o comentário do António, é triste vermos uma seleção instrumentalizada como está.

      Também interesso-me pelo Benfica, mas felizmente ou infelizmente Portugal é o meu país. Não posso ficar de baixos cruzados quando vejo estas coisas acontecerem à minha frente.

      Mais a mais, para o futebol, o prestígio que as seleções dão aos jogadores e às equipas desses países é algo que não podemos desprezar. É exactamente por isso que equipas como o Sporting e o Porto tanto apostam. Repara que se Portugal não tivesse sagrado campeão da Europa o Sporting jamais teria vendido o João Mário pelos tais 40M€(+5M€ em objetivos).

      Eliminar
    2. Eu vi o Mundial de 66 todo na TV (já tinha 12 anos) e o Mundialito no Brasil!
      Aí sim! Jogávamos futebol de encantar.
      Não havia empresários, comissionistas, pdac's, etc.
      Sentíamos a selecção!
      Agora, não é mais que uma representação da fpf.
      E digo-te mais: este último Europeu (lá porque os lagartos aproveitaram para vender algumas osgas) teve o campeão com o pior futebol de todos os Europeus e Mundiais até à data.
      Se as coisas não mudarem, para mim continuo na minha - Ninguém do Benfica na selecção da fpf!

      Viva o Benfica!

      Eliminar
    3. Posso perceber o que escreves e até de certa forma estar de acordo contigo. Mas, o Europeu com o campeão com pior futebol de todos os Euros e Mundiais, não concordo.

      Temos é de ser inteligentes na forma como lidamos com a Federação. Penso mesmo que se o Benfica quer crescer mais, terá que parar de deixar a Federação em paz e começar a influenciá-la. Porque para o Benfica crescer enquanto clube mundial, precisa que as competições em Portugal cresçam em competitividade e para isso é preciso outra mentalidade que a "tribal" que a maioria dos restantes clubes ainda possuem. Basta ver as declarações dos presidentes do Porto e do Sporting, em comparação com as declarações e forma de estar dos maiores clubes de Inglaterra ou da Alemanha, talvez os dois melhores exemplos de ligas em crescimento brutal.

      Só assim, com uma liga mais pujante é que iremos conseguir melhores orçamentos e reter os melhores jogadores da equipa por muito e mais tempo, abandonando o modelo de negócio que visa a venda anual de jogadores. Mas, tudo isto é um processo que demora algum tempo... Contudo, é preciso lançar as sementes, caso contrário vamos ter mais do mesmo...

      Eliminar
    4. Totalmente de acordo contigo, excepto no aspecto de não ter sido o pior futebol de um campeão europeu.

      Abraço e

      Viva o Benfica!

      Eliminar
  6. sinseramente acho o pizzi um lixo, nao tem qualidade para o benfica nem para a seleçao

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sin"c"eramente...

      Eliminar
    2. Concordo. É o tipico jogador tuga que com a minima contrariedade vai logo a baixo. Por mim era emprestado ao Tondela.

      Eliminar
    3. Zé do Arrebimba04/09/16, 16:43

      Pela primeira palavra nota-se que pouco percebe de português, com a frase inteira nota-se que pouco percebe de futebol

      Eliminar
    4. Anónimo das 16:4104/09/16, 17:24

      Vocês é que são uns ignorantes. Não percebem que o mais importante para avaliar um jogador de futebol é a sua capacidade psicológica. O pizzi é um zero nesse aspeto.

      Eliminar
    5. O Pizzi é um zero psicologicamente? Então não foi ele que depois do clássico frente ao Porto no Dragão, e da sua prestação tendo sido injustamente crucificado, conseguiu erguer-se levando a equipa ao tri?!

      Estamos a brincar... e não estamos a saber valorizar os nossos jogadores com este tipo de discursos.

      Eliminar
    6. Foi ele que nos ia era fazer perder o campeonato com aquele passe falhado que ia dando golo do Vitória Setúbal. Esse tipo de distrações são demonstrativas do que eu estou a falar.

      Eliminar
    7. O quê?! Porra! Que mal agradecido do caraças! Tu deves ser daqueles que nunca errou na vida... porque pura e simplesmente não faz nada...

      Eliminar
    8. O meu principio de vida é fazer tudo com o máximo empenho e concentração. Se nunca errei?! Obviamente todos erram, mas errar por desconcentração é criticável e só um irresponsável o faz. Mas como há muitos neste país...

      Eliminar
    9. E é por esse motivo que ele não vai à seleção e um André André ou um João Mário vai, correto?

      Eliminar
  7. Falam que o Fernando Santos não percebe nada de futebol, mas a verdade é que com a "des"qualidade da nossa seleção era dificil, ou melhor impossivel, fazer melhor. Ganhar o Euro foi o milagre das rosas e já não volta a acontecer nos próximos 100 anos.

    O Ronaldo só joga bem no Real Madrid e os outros não jogam bem em lado nenhum. Muito boa gente não entende isso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ninguém está aqui a dizer que o Fernando Santos não percebe nada de futebol. Isso é algo que você está a trazer. É a tática da deturpação.

      O que este artigo exige é respostas ao porquê o Pizzi não ser convocado, quando foi o melhor médio do campeonato e do tricampeão nacional.

      Penso que todos os Benfiquistas deveriam começar a questionar isto. Para mim a resposta é bastante óbvia. Há uma clara necessidade de valorizar os ativos dos outros ditos "grandes" à boleia da seleção nacional. É por isso que um Gonçalo Paciência depois dos Jogos Olímpicos que fez não é opção para Fernando Santos, mas um "marketerizado" pelos azuis-e-brancos André Silva já é.

      Como as opções são subjetivas, a desculpa será sempre uma simples "opção técnica", quando na verdade esconde outros interesses. Infelizmente, isto torna o futebol podre, não havendo meritocracia.

      Eliminar
  8. A maior injustiça para com Pizzi começa nas bancadas do nosso estádio... só quem não percebe de futebol consegue criticar este enorme jogador!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tu é que não percebes nada de futebol... não percebes que ele é um jogador fraquissimo psicologicamente e por isso dá barraca várias vezes. Era ver se algum clube lhe pega.

      Eliminar
    2. Infelizmente, tenho de concordar contigo. É verdade que os jogos não lhe correm sempre bem, mas isso a nenhum jogador acontece.

      Gostava que os adeptos vissem os jogadores adversários e estatisticamente começassem a avaliá-los, por exemplo, com o número de passes falhados, perdas de bola, etc. Se calhar começavam a ver que os nossos não são assim tão maus.

      Muitas vezes denoto que há um pouco da mentalidade da "galinha do vizinho é melhor que a minha". E, isto é que está errado.

      Eliminar
    3. Se não tens lagosta, o salmonete é o melhor prato que existe.

      Eliminar
    4. Se não tens lagosta...?! Antes de mandar essas postas de pescada, deveria primeiro saber o que é verdadeiramente lagosta para não estar aí a falar para o ar. Então, para si, o Pizzi é pior que o André André ou o João Mário convocados para a seleção? Muito bem...

      Eliminar
    5. Diria que se encaixam melhor no estilo de jogo da seleção. Em mentalidade são sem duvida superiores ao Pizzi.

      Eliminar
    6. Agora é que disseram tudo. É um jogador super maltratado. Mas para mim, um craque dos pés à cabeça.

      Eliminar
    7. Completamente! ;)

      Eliminar
  9. Bola na Trave04/09/16, 20:10

    O Pizzi é um jogador extremamente importante no Benfica por ser polivalente. Faz todas as posições que o treinador entender. Isso o anónimo (penso ser o mesmo) não compreende.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ou seja, faz tudo mas não é bom em nada.

      Amigo, eu sou licenciado em desporto e sei bem o que é fundamental num desportista de alta competição para ser regular.

      Eliminar
    2. Bola na Trave, nem mais.

      Eliminar
    3. Mas, desde quando ser polivalente é não ser bom em nada?!

      Anónimo, se és licenciado em desporto, até estás a dar um tiro nos pés com esse tipo de discurso.

      Rapidamente se verificares o top 11 dos atuais melhores jogadores do mundo verificarás que todos eles são jogadores polivalentes. Não há um único que seja especialista numa única posição.

      Aliás, basta um pequeno raciocínio lógico para perceber o quão errado é esse estereotipo. O futebol total é jogado por jogadores que saibam sair da sua posição e ocupar outras de outros colegas. Caso contrário, a única forma de conseguirem superiorizar-se ao adversário é apenas e só pela qualidade individual.

      Eliminar
    4. Há jogadores que sabem, de facto, intrepretar mais que uma posição. Mas não vamos fazer disso regra, porque é claramente a excepção. O Pizzi é um jogador polivalente, até aí tudo bem, mas a extremo, por quanto o contratarias? A 8 quanto davas por ele? Eis a diferença do saber fazer bem ou do saber fazer simplesmente. Saber fazer qualquer um sabe, ser realmente bom não é para todos. Excepto os grandes talentos do futebol os jogadores que se dedicam apenas a uma posição são muito mais eficazes do que um que sabe fazer tudo mas não é carne nem é peixe. É aí onde eu quero chegar.

      Eliminar
    5. Então agora o Pizzi já não é polivalente? Em que é que ficamos? Parece-me que o argumento da polivalência está a ser usado por si conforme lhe der mais jeito.

      Eu contrataria o Pizzi por 14M€. Aliás, estivesse num clube inglês e esse valor era "peaners". O Pizzi é um jogador que pode ter as suas limitações, quer sejam elas ténicas, físicas e táticas, mas isso qualquer outro jogador o tem.

      Fosse eu diretor desportivo ou treinador de uma grande equipa, não contrataria por nome. Contrataria por características que o jogador possui e que poderiam ser úteis à minha equipa.

      O Pizzi é um jogador que joga como ala no Benfica. Joga numa posição que pessoalmente até não é a que poderá retirar maior rendimento. No entanto, lá o vemos ele a ser o melhor naquela posição em Portugal. Nem o João Mário consegue apresentar aquele nível de jogo e continuidade exibicional. E, muito menos o André André do Porto.

      Sobre o saber fazer qualquer um sabe?! Pois, por isso é que o Rui Vitória só confia no Pizzi como ala que consegue ajudar o meio-campo quando é necessário. Não é o Cervi ou o Salvio que são titulares indiscutíveis, mas sim o Pizzi.

      Podemos debater é a forma como o Pizzi joga não ser do teu agrado, mas quanto a isso paciência. Nunca nenhum jogador vai agradar a grego e a troianos. Agora, é importante respeitar os jogadores, sobretudo, os da nossa equipa.

      Eliminar
    6. Não concordo com o teu ponto de vista. Mas tenho de aceitar... nunca se pode agradar a gregos e a troianos.

      No entanto deixa-me só finalizar esta conversa sobre o Pizzi para dizer que o seu estilo de jogo nem encaixaria bem na seleção

      Eliminar
    7. Pois eu não partilho disso. Acho até que é o estilo de jogo que a seleção necessita. Basta vermos o que o Bernardo fez mal entrou no jogo frente ao Gibraltar.

      O João Mário é um jogador muito unidimensional. Faz as coisas mais em esforço que outra coisa qualquer. O João Moutinho é um "8", mas falta-lhe alguma criatividade. O Adrien é como os caranguejos, joga para o lado quando tem a bola. O meio-campo precisa de jogadores que usem a cabeça.

      O Pizzi quer como interior naquele tridente de meio-campo, quer como "10", ala ou extremo tem lugar nesta seleção nacional. Vejo perfeitamente o Pizzi a fazer o que o Bernardo fez na ala esquerda, por exemplo.

      E, até dou de desconto o Pizzi ser ou não titular na seleção. Contudo, o lugar dele é naquele grupo, mais que outros, como o André André.

      Eliminar
  10. Eu faço uma vénia ao Pizzi. QUE JOGADOR! Importantissimo na época passada na conquista do TRI. É um jogador de equilibra taticamente a equipa. Joga no lado direito do meio campo, mas no processo defensivo fecha no meio,apoiando os médios centro. No processo ofensivo, com as suas diagonais de fora para dentro, desiquilibra entrelinhas. Para mim, um jogador fantástico,com uma enorme capacidade de trabalho e cultura tática.
    Respeito a decisão do Fernando Santos. O André André é um bom jogador, mas por aquilo que tem feito na equipa campeã, não chamar o Pizzi, é na minha opinião uma injustiça.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostava de vê-lo mais vezes sobre a esquerda, como falso extremo esquerdo, no Benfica. De resto, excelente comentário Loucos!

      Eliminar
    2. PP, eu acho que na esquerda ele não rende tanto. E acredito que com o Salvio a subir de forma, e com a chegada do Rafa,é provável que volte a ser opção para a posição 8.

      Eliminar
    3. Só será opção para a posição 8 se Salvio e Rafa conseguirem ajudar a dupla de meio-campo em muitas fases do jogo. Até lá o Pizzi será sempre titular.

      Eu gostaria de vê-lo na esquerda, numa ótica idêntica à de Bernardo Silva na direita. Um jogador mais cerebral que consiga descobrir diagonais para a desmarcação de um dos nossos dois avançados ou de um dos médios-centro ou extremo do lado direito.

      Eliminar