03 dezembro 2016

Desta vez...


... ficaram a ver jogar.


Imagem que resume na perfeição este
el clásico.
O melhor resumo deste encontro é a imagem que o ZeroCartoons colocou ontem no twitter e que publico aqui ao lado. Enquanto Suárez e Sérgio Ramos se gladiavam pelos 3 pontos em jogo, Messi e Ronaldo assistiam quase que embevecidos às notas dos verdadeiros maestros das duas companhias: Iniesta do lado dos blaugrana e Modric do lado dos blancos. Se tiverem oportunidade vejam o jogo todo, vale a pena sobretudo pela qualidade técnica, táctica, física e mental destes dois maestros do futebol. Repito, não confundam com Messi e Ronaldo, porque estes são os principais beneficiários da visão e criação de jogo de Iniesta e Modric. Que recital deram ontem na matiné de Camp Nou. Ah! E, já agora que coreografia inicial espectacular do Barcelona. Será que vamos ter algo do género na Luz quando recebermos o Sporting no próximo domingo? Fica aqui o piscar de olhos para o departamento de marketing do Glorioso. 😉


Iniesta e Modric... 😍
O jogo em si foi muito táctico, como seria de esperar. A juntar aos nervos de alguns, há sempre uma igualdade devido à homogeneidade da qualidade dos seus intérpretes. Depois tacticamente, as equipas estavam bem preparadas. Zizou optou por uma estratégia assente em transições rápidas, com Benzena a funcionar como pivot ofensivo e com Ronaldo a aproximar-se dele no último terço do terreno. Ou seja, nada que já não tenhamos visto noutras temporadas. Gostava no entanto de saber se optaria pela mesma estratégia se tivesse Morata disponível para este encontro. Será que com um jogador mais voluntarioso que o francês conseguiria montar uma estratégia de pressão alta que condicionasse o jogo dos culés, tal como a Real Sociedad conseguiu no fim-de-semana passado?


Lá dentro é sempre mais
quentinho, não é verdade Luis
Enrique e Zizou? 💣💥💪👊
Teria sido engraçado ver algo do género... De qualquer maneira, no lado da turma de Luis Enrique, o trio maravilha atacante estava disponível, e o maestro Iniesta regressou a tempo deste importante encontro. De pé e cal, continua o nosso bem conhecido André Gomes. A meu ver, já tirou o Rakitic do onze titular, sobretudo com esta recuperação do "ilusionista". Nota-se porém que a equipa não está bem fisicamente, apesar de ter conseguido manter o controlo do jogo e a sua identidade de posse de bola em campo. Os tempos de pressão e de reacção não são os mesmos, fundamentalmente no trio.


Os marcadores do jogo:
Ramos e Suárez.
De qualquer maneira, para isso é que servem os lances de bola parada. Quando não se consegue marcar em lances de futebol "corrido", recorre-se a este tipo de jogadas de "laboratório". Foi dessa maneira que o avançado Luis Suárez marca o primeiro golo da tarde, para satisfação das bancadas do Camp Nou como se pode ver pelo video acima. Mas, a resposta madrilista seria servida de forma idêntica e de uma maneira fria pelo capitão Sérgio Ramos no minuto cada vez mais com o seu nome: o minuto 90.


Curioso que o Ramos ainda teve tempo para trocar números com os adeptos (ou adeptas?) culés!? 😎
Fiquem com o resumo do jogo e se puderem revejam o jogo, porque vale a pena pelas movimentações e qualidade dos seus intérpretes.



Sem comentários:

Publicar um comentário