23 maio 2017

Prémio mais que...


Parabéns Rui!


Enorme orgulho ter um treinador como o Rui Vitória no Benfica. Não é apenas a dimensão técnica que possui (e que muita gente leiga na matéria tarda em entender, continuando a preferir técnicos que se auto-elogiam...) que o distingue de seus pares. É, sobretudo a dimensão humana e a forma como o seu estilo de liderança se impõe num clube tão grande como o Benfica. Verdade que a estrutura ajuda a limar muitas arestas e facilita o seu trabalho. Mas, se não houvesse esta sua competência, tudo o resto seria volátil. Quantos clubes vencedores com um treinador continuam a ganhar com outro? É bom que os adeptos encarnados mais cépticos comecem a gravar o seguinte nas suas cabecinhas, pois é a única verdade: O actual técnico encarnado é a pessoa certa, no lugar certo.



29 comentários:

  1. António Madeira24/05/17, 01:00

    "... a pessoa certa, no lugar certo."

    Pouco mais há a dizer. Quem já percebeu, percebeu; quem ainda não percebeu, nunca irá perceber...

    ResponderEliminar
  2. Concordo com a primeira frase. Não ter de ter vergonha alheia do treinador que nos orienta é de facto das melhores lufadas de ar fresco que poderíamos ter com a mudança.

    Quanto ao resto das dimensões, a verdadeira vantagem de RV sobre o antecessor é mesmo a dimensão humana, porque na técnica o Benfica poderia conseguir melhor. Por mais dinheiro, sim, mas melhor. No lado humando e de gestão de personalidade talvez não haja por aí, a nível Europeu, muitos que giram tão bem a coisa.

    Quando se balançam as coisas até será caso para dizer que RV apenas rivaliza com Ancelotti: mediano ao nível técnico táctico, mas genial a tirar o máximo dos jogadores e a mantê-los motivados, mesmo quando passam temporadas no banco.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Basicamente, é isto que eu acho também.

      Fui dos primeiros e mais acérrimos críticos de RV nos primeiras meses do ano do tri - terei até sido o primeiro a chamá-lo de Rui Derrota...mas actualmente, ficaria muito chateado se ele saísse! Excepto se fosse para vir um Sarri, um Tuchel, um Klopp...se não for possível fazer esse upgrade técnico-táctico claro (como não deve ser), acho que RV é o treinador certo para nos levar ao hexa de 2019!

      Carrega Rui Vitória!!!

      Eliminar
    2. Penso que já está na altura de deixarem cair esse mito de que o Judas é muito bom tecnicamente. No máximo ele é bom em operacionalizar o seu modelo de jogo. Agora, daí a dizer que é muito bom tecnicamente vai uma grande distância.

      Argumentos para não o considerar assim tão bom como ele e outros fazem querer que é:
      1 - Os números estão aí e por eles verificamos que as equipas de Jesus estão muito longe de serem suprasumos, sobretudo, comparado com as equipas de Rui Vitória.
      2 - Apesar de já possuir quase uma década de experiência em Liga dos Campeões, ainda não conseguiu apresentar resultados condizentes, falhando ano após ano.
      3 - A qualidade de jogo das suas equipas não é consistente. Tanto faz um bom jogo, como faz dois ou três maus. Acho que ele colou-se à expressão "nota artística", mas na realidade, exprimindo as exibições das suas equipas durante as temporadas, podemos verificar poucas grandes exibições, o que revela o mito que existe sobre esse tema.
      4 - As equipas dele tremem sempre nos grandes momentos.
      5 - A inadaptabilidade dele face aos vários contextos que se apresentam durante a temporada e a teimosia/inflexibilidade que ele possui na resolução dos mesmos, deitando tudo a perder.

      Eliminar
    3. O Sarri é um bom treinador, mas com os resultados que apresenta no Nápoles aqui no Benfica, já há muito que tinha sido recambiado... por exemplo, frente à Juventus, quantas vezes ganhou? Se na época passada já criticaram o Rui Vitória por causa da performance da equipa frentes aos directos adversários, o que diriam com o Sarri?!

      E, com o Tuchel, que muda de sistema de jogo, basicamente todos os jogos, que esta temporada tendo o 2º melhor plantel da Bundesliga, fica em terceiro com uma distância bem considerável do líder Bayern, a fogueira que não fariam ao alemão na Luz...

      E, o Klopp... vão lá ver em que posição está o Liverpool e se ele tem feito assim tanto de melhor que o Rogers?!

      Os contextos podem ser diferentes, mas por vezes acho que se endeusa muito o que vem de fora e não se dá o real valor ao que se tem cá dentro.

      Por isso, estou certo que a verdadeira demonstração de consideração pelo Rui Vitória, virá quando ele for embora.

      Eliminar
    4. PP, de nós os três o único que falou no JJ foste tu...

      Quero lá saber do JJ - escolheu enfiar-se num buraco negro, agora que se aguente à, digamos, bronca.

      De resto, não falei de resultados daqueles treinadores de propósito...o meu foco é o futebol que iriam fazer o Benfica jogar...partindo do princípio que jogar bem é estar mais perto de ganhar, que penso que subscreverás!...

      Até porque comparar resultados do campeonato português com resultados dos campeonatos italiano, alemão ou inglês, das duas uma: ou é humor ou é desonestidade intelectual. Se calhar ser campeão face a FCP e SCP é tão difícil como ser campeão face a Juventus, Bayern, Chelsea, Manchester United, Manchester City...o Ruben Semedo até tem valor muito semelhante ao Bonnuci!!

      Por amor de Deus...

      Eliminar
    5. Humor e desonestidade intelectual parece ser o que tu e o RB estão a acusar neste tema do Rui Vitória. Porque não admitem simplesmente que ele é muito melhor que Judas e afins?!

      Quanto aos campeonatos italianos, alemão, inglês estes todos podem em valor absoluto movimentarem mais dinheiro, mas se formos a ver os valores relativos de cada país, verifica-se que os clubes desses senhores têm tido performances muito aquém das espectativas.

      Mais, nenhum desses treinadores conseguiu mais pontos por jogo e por número de lesões do grupo de trabalho que o Rui Vitória... isto para não falar do "preço da vitória" (i.e., quanto é que cada um tem de investir em orçamento de futebol para ganhar 3 pontos).

      Por fim, já menosprezam os jogadores adversários, mas basta ir à caixa de comentários no início da época e ir ler comentários de muitos Benfiquistas a dizer que o plantel dos adversários era muito melhor que o nosso.

      Por fim, não invoques Deus em vão.

      ;)

      Eliminar
    6. PP, por amor de Aimar:

      - cura essa obsessão com o JJ de uma vez por todas, está quase a fazer dois anos

      - pára de comparar o que não é comparável

      - faz uma revisão gramatical antes de publicar

      ;)

      Eliminar
    7. Por amor a Aimar digo eu!

      Mas sou eu que estou obcecado pelo Jesus ou são vocês que projectam essa obcessão aqui?! É que repara que em momento algum falei directamente no Jesus no artigo. Apenas respondi a ti e ao RB porque falaram no antecessor do Vitória...

      Parar de comparar o que não é comparável é o que estão a fazer, conforme poderão ver pelo comentário do António Madeira.

      Fazeres a defesa do Jesus e depois vires aqui exigir revisão gramatical, sobretudo quando dá para perceber que escrevo de um telemóvel, é brincadeira! Só pode!

      😉

      Eliminar
    8. Desculpa lá, mas diz-me lá onde é que eu falei do JJ acima??? Vai lá reler o meu comentário e cita essa passagem, por favor! Ah pois é...como te disse acima, de nós os três só tu é que falaste no JJ...para ser mais rigoroso, o RB falou, indirectamente e en passant, para dizer que o RV é melhor que ele na dimensão humana...

      E depois eu é que projecto...

      A sério que o meu luto de JJ ficou encerrado com o tri - está a fazer um ano! Admito que me custou na altura, durante uns meses valentes, mas esse assunto para mim está fechado há um ano.

      Não é o que vejo em muitos dos que agora são ferozmente anti-JJ, que parecem continuar obcecados com ele...o Benfica By GB é um exemplo, tu pelos vistos és outro, que até vês menções a JJ em textos que não os têm!...tu e ele estão em polos opostos de conhecimento do jogo, mas pelos vistos a obsessão por JJ aproxima-vos...só pode ser brincadeira ;)

      Eliminar
    9. PS 'defenderes o Jesus e(...)' já agora, quando citares a passagem do meu comentário acima em que conseguiste ver-me a mencionar o JJ, cita também a passagem em que defendi o JJ!!??

      Eliminar
    10. «Basicamente, é isto que eu acho também.» em resposta ao comentário do RB, que entre muitas coisas diz: «Quanto ao resto das dimensões, a verdadeira vantagem de RV sobre o antecessor [Jesus] é mesmo a dimensão humana, porque na técnica o Benfica poderia conseguir melhor.»

      Eliminar
    11. É isso que tens para apresentar de mim, que supostamente teria mencionado e defendido o Jesus??

      Uma concordância genérica com o texto do RB, que nem sequer defendeu o Jesus!...limitou-se a elogiar algumas dimensões da competência do RV, considerando-o melhor que o Jesus na dimensão humana; e a dizer que na dimensão técnica poderíamos ter melhor! Repara que ele nem disse que na dimensão técnica o Jesus é melhor que o RV - disse que nessa dimensão, poderíamos conseguir melhor!!!

      E eu concordei - e concordo - com isto! Não com o que tu quiseste ver nos nossos textos, projectando os teus preconceitos sobre nós nos ditos!

      Podias ao menos admitir...se há coisa que não suporto é que ponham palavras que não disse/escrevi na minha boca.

      Eliminar
    12. Vocês concordam e estão no vosso direito de concordar que o Jesus é tecnicamente superior ao Rui Vitória, assim como eu também tenho direito de dizer que o Rui é bem superior ao Jesus em termos técnicos.

      A diferença é que apresento argumentos e não subjectividades baseadas em percepções de notas artísticas.

      Eu não estou a pôr palavras na tua boca. Tu é que colocaste, agora não estás a assumir o discurso.

      Eliminar
    13. Desisto...claramente tens um problema com a língua portuguesa.

      Eliminar
    14. Agora sou eu que tenho um problema? Tu acabaste por concordar com o comentário do RB que por sua vez diz que o Jesus é melhor que o Rui Vitória em termos técnicos e depois sou eu que ando a colocar palavras na boca das pessoas? Afinal concordas ou não com o que ele escreveu?

      Mais, vocês os dois têm o direito de preferirem o Jesus, agora relativamente ao debate sobre quem é melhor tecnicamente, eu apresentei argumentos factuais e não apenas percepções.

      Dito isto, não estou a desprezar o que o Jesus fez no Benfica e que na altura muito elogiei, mas também não sou cego para pensar que o tipo é a última bolacha do pacote. Muito pelo contrário. Ele está tão cheio dele próprio que ainda não percebeu que se precisa de reinventar se quer manter-se no topo, algo que ele já não está. Mas, isso é outro tema.

      Eliminar
    15. Mas a questão é que o RB não disse que o Jesus era melhor tecnicamente que o RV!!! Disse que o RV é melhor que o Jesus na dimensão humana e que podíamos conseguir melhor que RV na dimensão técnica!

      E eu concordei com isso, que foi o que ele escreveu - não concordei com o que tu conseguiste ler no que ele não escreveu!

      Tudo isto é absurdo como um sketch dos Monty Python! Até porque eu comecei por dizer que ficava chateado se ele saísse agora, que quero que ele continue!...disse que só concordaria com a sua saída se viesse um (quase impossível) Sarri, Tuchel ou Klopp!

      Sei que todos projectamos os nossos preconceitos no que lemos, mas isto é demais!

      Eliminar
    16. Ou seja, poderíamos ter conseguido melhor que o RV na dimensão técnica segundo a suposta escala de dimensão técnica do Jesus.

      E sim, concordo que isto já parece um sketch dos Monty Python!

      ROFL!

      Mas, espera aí! O Sarri, o Tuchel ou o Klopp essa é mais outra percepção que acho que temos erradamente, pois mesmo esses erram e muito.

      Eliminar
    17. E quem é que disse que eles não erram? A questão não é se erram ou não: é se o futebol que as equipas deles jogam é melhor que o nosso ou não. Eu acho que é muito melhor - posso? Estou a falar do futebol jogado, não dos resultados porque acho que os contextos são demasiado diferentes para que seja legítimo comparar resultados. Os resultados seriam comparáveis se agora pudéssemos entrar numa máquina do tempo e repetir as épocas 2015/2016 e 2016/2017, depois do nosso bicampeonato, com um deles como nosso treinador...

      Mas isso só mesmo num sketch dos Monty Python...

      Eliminar
    18. Como podes dizer que jogam melhor que nós se empatam e perdem mais do que nós? Só porque às vezes fazem umas triangulações decentes? Só porque apostam todas as fichas numa determinada competição?

      Eu também estou a falar de futebol jogado. Acho uma piada falarem do Tuchel, do Sarri e do Klopp, como se fossem realmente a última bolacha do pacote. Por exemplo, o Klopp esta temporada partiu basicamente com armas idênticas ao Conte no Chelsea e repara como um conseguiu os resultados e outro não, tendo começado 6 meses antes que o italiano.

      O Sarri apresenta bons princípios, mas o Nápoles apresenta grandes dificuldades em adaptação a mudanças do estilo de jogo por imposição do jogo em si.

      E, o Tuchel, epa, só lamento é que o Benfica quando os defrontou tinha o Jonas e o Jiménez a meio gás, porque se tivessem apanhado nós com Grimaldos e Fejsas e restantes a 100%, não teríamos perdido. Já os vi a terem erros defensivos que... enfim!

      Eliminar
    19. Dizes que estás a falar de futebol jogado, mas os argumentos são de resultados...'se empatam e perdem mais que nós'...a sério? Portanto, tu achas que, se o Benfica jogasse no campeonato alemão, inglês ou italiano, não ia ter mais empates e derrotas do que costuma ter em Portugal???!

      O bom futebol aumenta as probabilidades de bons resultados, mas não os assegura. Mesmo assim, nos quatro jogos que fizemos este ano contra o Nápoles de Sarri e o Dortmund de Tuchel, levámos quatro banhos de bola - e em resultados, foram só duas goleadas, uma derrota clara em casa e uma vitória tangencial que foi um verdadeiro milagre, no jogo mais desequilibrado dos quatro!

      Eliminar
    20. Olha lá Benfiquista Primário, se empatam e perdem mais do que nós será porque motivo?!

      Será que conseguem jogar com a linha defensiva tão avançada como a nossa?! Será que conseguem pressionar o adversário imediatamente antes deste sequer conseguir executar a transição ofensiva?! Será que perdem menos bolas a meio-campo?!

      No mínimo, o facto de terem mais resultados negativos que o Benfica espelha que a qualidade do seu jogo está muito longe de ser tão boa como a vossa percepção tenta argumentar.

      Depois, de onde vem a ideia de que o Benfica joga pior que essas equipas? Quantos jogos viste tu do Nápoles? Viste o Nápoles contra uma equipa do fim da tabela? Ou viste um Nápoles em jogo grande e que toda a gente estava focada para o jogo?

      Depois, não te podes esquecer deste pequeno e grande pormenor: diferença de orçamentos que essas equipas têm comparativamente com o Benfica. Todas as que referiste têm orçamentos superiores, o que significa que na prática têm maior qualidade à disposição. Logo é normal que possam conseguir melhor exibições no seu "prime". Mas, também não podemos esquecer de outro factor que entra na equação: a qualidade global do futebol nos países de origem dessas equipas. Isso, por si só também faz elevar a qualidade de jogo das equipas.

      Mas, mesmo com esses cenários que já de si poderiam dar-lhes uma elevada vantagem face à qualidade de jogo, continuo a dizer: não vejo essa diferença. Muito pelo contrário! Vejo mais qualidade de jogo no Benfica que nessas equipas que têm enormes dificuldades em se adaptar a situações inesperadas, algo que o Benfica não tem.

      O Benfica de Rui Vitória, tanto marca de contra-ataque, como de ataque planeado e até de bola parada. Tanto constrói por fora como por dentro. Tanto defende bem subida e sufocando o adversário, como joga mais recuado e espreitando o contra-ataque. É uma equipa completa.

      Mas, pronto, a galinha da vizinha é sempre melhor que a minha, não é verdade?

      Eliminar
    21. Xi patrão, um tipo tira uns dias de folga e isto vai para aqui uma confusão!

      Por partes do que acompanhei da conversa (a dada altura deixei de ler).

      O meu luto pelo JJ acabou no momento em que ele decidiu sair. Foi bonito enquanto esteve, eu não o teria despedido, mas a partir do momento em que escolheu sair, saiu. Está por aí nos comentários quem eram as minhas preferências (Vitor Pereira, Paulo Fonseca e Carlos Carvalhal, nos portugueses; Favre, Klopp e mais um ou dois nos estrangeiros). Ou seja, Rui Vitória teve de me conquistar. Não o fez pelos mecanismos da equipa, mas fê-lo pela dimensão de gestor dos recursos.

      Isto leva-nos para outro ponto. Quando digo que no plano técnico o Benfica poderia ter um treinador melhor que RV, não estou a falar necessariamente de JJ. Mas o achar que JJ é melhor que RV não inavlida que o ache também mais obstinado e mais dado a preconceitos. O tipo de preconceitos que invalidaram que Bernardo pudesse ser o nosso maestro por um ano que fosse em detrimento de um Talisca da vida. Ou na hora de transformar carvão em diamantes, as apostas nos Jaras e Kardecs em detrimento de um Nélson Oliveira.

      Acho que as comparações do PP de RV com outros treinadores ignoram o contexto. RV não é melhor por ganhar mais nem os treinadores mencionados piores por ganharem menos. Veja-se o caso do Klopp. Numa liga onde pontuam Conte, Pochettino, Wenger, Mourinho, Guardiola, Mourinho e Klopp, pode-se dizer que um deles é muito melhor do que os outros só com base nos resultados? Porque no final da época apenas três deles vieram para casa com títulos. E desses Mourinho trouxe dois. Será Mourinho mesmo o melhor treinador dos seis?

      (continua)

      Eliminar
    22. Ou no caso da liga alemã, a única para lá da portuguesa que ainda consegui seguir com algum pormenor. Não acho que Ancelloti seja melhor do que Tüchel ou Nagelsmann (para uma lista mais extensa há um comentário meu noutro post do PP). Aliás, dos três (Ancelotti, Tüchel e Nagelsmann) o mais completo até me parece ser o mais novo. Ora esse é mesmo o único que acabou a época sem nenhum troféu. É pior treinador por isso (é tão mau que os rumores da Bundesliga é que Bayern e Dortmund estão a jogar forte nos bastidores para o levarem quando acabar o contrato com o Hoff, mais do que por qualquer jogador). Ou será Roger Schmidt um mau treinador porque este ano ficou uns furos largos abaixo do que vinha a fazer? Ou será o Dieter Hecking bipolar, porque enterrou o Wolfs e salvou o Moechengladbach?

      O motivo pelo qual esses treinadores perdem e empatam mais do que nós é porque estão em ligas muito mais competitivas. Não só em termos de plantéis, como em termos de treinadores. Não se pense que quando se afirma que o Dortmund é o segundo melhor se diz algo como "o plantel do Porto é o segundo melhor da liga portuguesa". O plantel do Dortmund é marginalmente melhor do que o lote de terceiros. E desse lote de terceiros à partida (Leverkusen, Wolfs, o outro Borussia) todos acabaram a sofrer, com o Wolfs a ser recambiado para o play-off da despromoção.

      Já em Inglaterra o novo contrato dos direitos televisivos ajudou a nivelar e muito o campo. Como disse o Mourinho há uns tempos, há dez anos o Chelsea podia chegar a Manchester e levar a estrela da companhia de qualquer um dos clubes da cidade. Hoje até para levar o melhor de um clube que lute para não descer é difícil.

      Isto para dizer o quê? Bom, o que me parece óbvio é que uma coisa é ser treinador num clube que sofre uma onda de lesões incríveis, mas onde o jogador de reserva seria titular indiscutível em 90% dos clubes da concorrência (alguma dúvida que Eliseu seria titular em qualquer clube português com exepção talvez do Porto?) ou sofrer uma onda de lesões incrível ao ponto de ser preciso adaptar jogadores dos júniores (caso do BVB). Ou entre lesões e competições internacionais perder toda a linha avançada, dos quais poucos competiriam por um lugar a titular na concorrência (caso do Liverpool)?

      Ora a "maldição" da qualidade do plantel é que é preciso gerir egos com pinças. Esse foi verdadeiramente o "problema" do SLB. Foi preciso um tipo de homem que pusesse a equipa à frente de todos e que todos reconhecessem isso. E nisso RV foi mestre. Não o foi no que colocou a equipa a jogar, ou em alguns casos a não jogar. O BVB perdeu jogos, mas foram poucos os jogos que perdeu a jogar mal. Erros individuais? Sim! Erros de processos? Nem por isso. Por vezes nem sequer é aquele erro da defesa que custou um jogo, mas os falhanços de um ataque perdulário. Culpar Tüchel disto faz tanto sentido como culpar RV dos patos de Júlio César em Nápoles, dos problemas de posicionamento de Lisandro, ou das sonecas do Mitroglou na frente de ataque. Ou seja, nenhum!

      Eliminar
    23. Resumindo...

      Subscrevo que devemos ter muito orgulho em RV. Um tipo que não se queixa dos infortúnios, que faz com que os jogadores acreditem que se ganha e se perde em conjunto. Que faz os tipos do banco acreditarem que são tão determinantes como os outros (veja-se o caso do jogo contra o SCP em Alvalade, como o Benfica vai ao banco para dominar a recta final e o SCP mexe tarde e sem grande efeito). Um tipo que quando se queixa o faz com uma elevação tal que fica inatacável (veja-se o pretenso sururu com o vídeo-árbitro na final da taça e como ele o transformou num "já devia ter sido usado há mais tempo"). Classe é o que digo.

      Só que no que a jogo jogado diz respeito quero um Benfica mais dominador. Quero aquele Benfica que joga sem medo no Dragão porque é melhor, que vai a Alvalade buscar mais uma "aborrecida" vitória num jogo que dominou. E nisso penso haver melhor.

      Quero um regresso ao passado? Nem por sombras! JJ, como já disse, para mim faz parte da História Gloriosa, teve o seu tempo e escolheu deixar de fazer parte dela. Tudo o que digo ao nível de "o Benfica poderia ter melhor" não é um regresso ao passado, é um olhar para a frente. É o meu sonho de um dia ver o Paulo Fonseca a orientar o Benfica. Ou o Leonardo Jardim. Ou até mesmo o Carvalhal. Mas se isto puder acontecer porque o RV nos ajudou (viram a diferença semântica?) a ganhar Champions e o Real ou o Barça o vieram buscar, para mim melhor. Um tipo como RV merece tudo de bom.

      Eliminar
  3. António Madeira26/05/17, 00:39

    Querem factos?

    Dados do SLB de Rui Vitória:
    • Total de PONTOS: 170 - (SCP: 153 / FCP: 149);
    • JORNADAS como Lider: 42 - (SCP: 17 / FCP: 8);
    • GOLOS MARCADOS: 160 - (SCP: 143 / FCP: 131);
    • GOLOS SOFRIDOS: 40 - (SCP: 56 / FCP: 46)
    • Títulos de CAMPEÃO: 2 – (SCP: 2º-3º / FCP: 3º-2º)
    • O Treinador Rui Vitória consagra-se o melhor treinador português BICAMPEÃO
    com 170 Pontos, à frente de treinadores como Mourinho (168 pontos), Antonio
    Oliveira (162 pontos), Jorge Judas (159 pontos) e Vitor Pereira (159 pontos).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Contra factos não há argumentos.

      ;)

      Eliminar