14 julho 2013

Qual o melhor Benfica dos últimos 4 a 5 anos?

 

Hoje acordei a pensar na resposta a esta pergunta. Uma pergunta aliás, que nasce de outra: o Benfica a receber a final da Liga dos Campeões esta temporada de 2013-2014, será que tem alguma chance de a jogar e a ganhar?

A resposta não fez-se esperar e é a que serve de figura principal a este artigo. Trata-se pois de uma resposta subjectiva, uma vez que muitas serão as opiniões e todas elas válidas. Mas, tentarei explicar melhor algumas das minhas opções.


#1 - Guarda-Redes:
José Moreira, o camisola 1 desta minha equipa é também
o capitão e o símbolo da nossa formação em campo.

Tendo em conta o Artur... A comprar!
Olhando para os últimos 4 a 5 anos, Quim, Roberto, Artur e Moreira, foram os guarda-redes titulares com mais jogos a titulares pelo Benfica. Do Quim a lembrança que tenho, apesar de ter sido o último campeão nacional pelo Benfica, é o de levantar o braço a pedir fora de jogo sempre que a equipa adversária marcava-lhe um golo, muitas vezes até com alguns erros próprios à mistura. Por outro lado, Roberto, o sr. 8 M€, talvez vítima desse rótulo, acusou muita tremideira e as últimas recordações foram de autênticos frangos, se bem que misturados com grandes defesas em muitos desses jogos. E, mais recentemente, a memória do Artur vem sempre associada a uma troca de pés, ou a um triste fado de falhar sempre nos grandes momentos. Sobra-me então o Moreira, que mesmo não sendo imune ao erro, a verdade é que deles todos é talvez o que levou o Benfica a conquistar mais títulos (esteve presente nas 4 taças da Liga), e nos grandes momentos estava lá... e como também há aquela mito/superstição de que o Benfica só ganha o campeonato com um guarda-redes português, é o José Moreira o meu escolhido para a camisola 1 e braçadeira de capitão.


#2 - Lateral Direito:
Ramires, o "homem de borracha" é o camisola 2 desta
minha equipa. Que saudades de vê-lo de águia ao peito.

A comprar!
Apesar do Maxi Pereira ter sido o titularíssimo da lateral direita do Benfica nos últimos anos, a verdade é que deixar um jogador como o Ramires fora do melhor onze dos últimos 5 anos era um pecado capital. Por outro lado, em termos tácticos e técnicos até acho que seria vantajoso a entrada do internacional brasileiro para esta posição que chegou a fazê-la quando esteve na Luz e mais recentemente fê-la no Chelsea em pleno Camp Nou, tendo marcado um importante golo nessa semi-final. Daí esta minha escolha para a camisola 2 ser para o Ramires. Que saudades de ver jogar o "queniano" ou o "homem de borracha"...

#3 - Defesa Central Líbero:
"El Negro", Ezequiel Garay, é o camisola 3 desta equipa.
Jogador que ainda podemos ver de águia ao peito, mas...
até quando? A manter!
Nesta posição a escolha estava fechada entre Luisão e Garay. Na minha opinião ambos têm o mesmo perfil táctico e de liderança. Embora Luisão tenha estado presente nos últimos dois campeonatos conquistados pelo Benfica, a verdade é que os anos passam e a frescura física não é a mesma. Por outro lado, o argentino Garay oferece uma qualidade técnica muito útil para a saída de bola do espaço defensivo muito requisitada para uma equipa que se quer a melhor. Em termos defensivos, Garay é igualmente muito elegante na forma como dobra os seus colegas de equipa. Sendo assim, a camisola 3 é do Garay.


#4 - Defesa Central Marcador:
O camisola 4 desta minha equipa: David Luiz. Outro dos
grandes jogadores que passaram pela Luz e deixaram
muitas saudades. Gostava que regressasse.
A comprar!
Os candidatos nos últimos anos eram ou Garay ou David Luiz. Tendo em conta o perfil de ambos, as funções em causa e o simples facto de o Garay já ter lugar no onze, a escolha para a camisola 4 da equipa vai para o David Luiz. Este é outro que deixou imensas saudades na Luz. Para mim é um dos centrais com maior potencial no mundo e que alia na perfeição a agressividade, poderio aéreo, marcação cerrada, velocidade na antecipação e uns pézinhos de veludo, que todo o grande central deve ter. Ah! E também é um líder dentro de campo!


#5 - Lateral Esquerdo:
O dono da camisola 5 é o Fábio Coentrão. Desde a sua
saída que o Benfica ficou órfão na lateral esquerda.
Será que ainda regressa esta temporada? A comprar!

Nesta posição nem vou olhar para mais nenhum nome: o dono da camisola 5 é o Fábio Coentrão e ponto final. Quanto a mim um dos melhores na sua posição em todo o mundo, apesar de nos últimos tempos não estar ao nível que esteve na Luz. Acredito que se tivesse cá, com os seus, voltaria aos grandes momentos. Mais um que deixa saudades... que bem me recordo de um golo dele no último minuto de um jogo em que precisávamos de marcar...


#6 - Médio-Centro Defensivo:
A camisola 6 está mais que bem entregue ao
melhor jogador da Liga Portuguesa em 2012-2013:
Nemanja Matic.
A manter!
Grande confronto entre Javi Garcia e Matic. Se é verdade que o espanhol é um símbolo de garra e ajudou imenso no título de 2009-2010, também não é menos verdade que o sérvio deu uma dimensão à posição que mais ninguém deu no Benfica e diria até noutros clubes. Isto para além de ter sido muito pelo sérvio que na época passada o Benfica tenha estado nas 3 frentes que disputava até o final. Por tudo isso, entrego a camisola 6 ao Matic, o gigante sérvio.


#7 - Ala Direito:
"Toto" Salvio é o dono da camisola 7 deste timão! É um
dos nossos melhores jogadores e titularíssimo na equipa
de Jorge Jesus. Até quando? A manter!
Entre o Ramires e o Salvio, para a função que acho que deve ter um ala direito e tendo em conta que o "queniano" já está no onze, a escolha foi fácil. O argentino Salvio é um jogador que tem crescido imenso no Benfica e tem feito ganhar uma dimensão brutal à nossa ala direita. Quem não se lembra da fita de corpo, deixando passar a bola pelo meio das suas pernas e do adversário, rodando ao mesmo tempo ganhando na aceleração e velocidade sobre o lateral esquerdo do Sporting, o Evaldo? E quem não se lembra dos seus zigue-zagues pela ala direita? E do seu gosto pelo golo? Pois é... a camisola 7 é tua Salvio.


#8 - Médio-Centro Ofensivo:
Não sei se é da cabeleira, se do toque de bola, mas que o
belga dava classe no meio-campo é inegável. Witsel o
camisola 8. A comprar!
Os três candidatos para esta posição eram 3: Carlos Martins, Pablo Aimar e Axel Witsel. Olhando para o português Carlos Martins, embora com talento, nunca conseguiu atingir um nível de intocável. Ora era porque tinha uma lesão, ora era porque não estava em forma, ora era porque... sim. Mesmo assim, ainda teve os seus grandes momentos. Quanto ao Pablo Aimar, o perfume era outro. Também sofria do mesmo mal do Martins, ou seja, tinha imensos problemas físicos. Contudo oferecia maior qualidade e decisão de passe. Era de facto um verdadeiro número "10" como cada vez há menos no mundo, muito por culpa de também o futebol não ser a mesma coisa. Aimar foi rei e senhor na conquista do nosso último título, mas para isso o meio-campo foi arrumado de forma diferente. O nosso ala-direito na altura, o Ramires, era um autêntico "homem-de-borracha" e acabava mais por ser ele o nosso médio "8" do que propriamente o Aimar. Por seu turno, a chegada do belga Witsel, deixou um gostinho a doce naquele meio-campo encarnado. O seu toque de bola aveludado, a sua estampa física própria de um jogador de futebol americano, deixou no ar que poderia ter feito muito mais no Benfica. Assim sendo, tendo em conta as características da função desta posição que eu defendo, entregaria a camisola 8 a Witsel.


#9 - Avançado Ponta-de-Lança:
Tenham cuidado... Ele é perigoso... Ele é o Óscar "Tacuara"
Cardozo, o camisola 9 deste autêntico "dream-team".
Claramente a manter!
Mas ficará?
Nesta posição há Cardozo e... Cardozo! Já entrou para a restrita lista de melhores marcadores do Benfica, pelo que a camisola 9 só pode ser dele. Pode ter imensos pontos-fracos, mas na hora H, o Tacuara não falha. É impressionante o seu registo e penso que com esta equipa por trás dele, a questão seria apenas em saber quantos golos é que ele iria marcar por jogo.


#10 - Avançado Móvel:
Apesar de ser algo inconstante desde que chegou à Luz,
na época passada penso que descobriu a sua verdadeira
posição: camisola 10. A manter!
Para esta posição pensei em Saviola, em Aimar, em Lima e por fim em Gaitán. O Saviola fez uma temporada espectacular em 2009-2010, mas a sua queda abrupta nas épocas seguintes deixou-me sempre com pé atrás com ele. Já Aimar sempre que jogou naquela posição e função nunca me deslumbrou. Quanto ao brasileiro Lima apesar dos 30 golos na época passada, funcionava mais como um segundo ponta-de-lança do que propriamente aquilo que eu penso que deva ser um avançado móvel. Sobra-me o argentino Nico Gaitán que no final da época passada penso ter descoberto a sua verdadeira posição. Quem é que não se lembra do show do Nico frente ao Sporting? Ou do golo no estádio do Dragão e na Luz frente ao Porto? A camisola 10 (na verdade deveria ser a "9.5", pois a "10" é do Aimar... =P) é então do Nico Gaitán.


#11 - Ala Esquerdo:
Quem é que não tem saudades do Di "Magia" a fazer golos
"di" letra? O argentino Di Maria é o dono da camisola 11.
A comprar!

Reyes, Di Maria e Nico Gaitán. O espanhol foi sol que pouco dura. Uma época e soube a pouco. Nico Gaitán já tem camisola neste onze. Mesmo que não sobrasse apenas o Di Maria, a verdade é que a posição seria sempre do astro argentino. Sinto grandes saudades dos dribles desenfreados do Di "Magia". Quem é que não se lembra dos cruzamentos em letra? Dos golos de letra? Das correrias pelo flanco esquerdo? Da pressão alta que fazia? E agora vê-lo no banco no Real... ai como é injusto o mundo. Bem! Aqui tens a tua camisola 11, Di Maria. Veste-a com orgulho!



Digam lá se isto não era onze para ir à final da Liga dos Campeões? ;D


Já agora, qual seria o vosso onze?

20 comentários:

  1. Artur

    Maxi Garay David Luiz Coentrão


    Javi

    Ramires Matic


    Salvio Di Maria

    Cardozo

    ResponderEliminar
  2. essa do Moreira é a maior anedota do ano...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Eduardo,

      Chegou a ler o texto? E, mais do que apenas criticar, que tal responder à questão final?

      Eliminar
  3. Artur
    Rúben Amorim
    Garay
    Luisão
    Coentrão
    Javi
    Matic
    Witsel
    Aimar
    Saviola
    Nuno Gomes / Miccoli conta? Se contar é ele

    Tira esta coisa do captcha, não há paciência para colocar letrinhas a confirmar comentários.

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Baggio,

      Então, o que aconteceu ao Ramires, ao David Luiz, ao Di Maria e ao Cardozo?

      PS: Não sabia que tinha isso do captcha...

      Eliminar
    2. Ao David Luiz, aconteceu o Garay. O Luisão é intocável, é o maior responsável pelo crescimento e manutenção do nível de qualidade defesa encarnada nesses anos à que te referes. E atenção que eu nunca gostei particularmente do Luisão, até ao primeiro ano do Quique.
      Ao Cardozo aconteceu o Saviola e o Nuno Gomes/Miccoli. Qualquer um deles mais inteligente que o paraguaio, mais generoso, mais jogador de equipa. Saviola é um daqueles jogadores que a malta ficou bem sem perceber o que realmente ali tinha. É a par do italiano o melhor avançado que passou pelo Benfica no período que falas. Grandíssimo jogador. Nuno Gomes, porque é muito inteligente a jogar. Entre linhas, em apoio frontal, finaliza razoavelmente bem, até de cabeça da cartas. É um jogador com o qual eu iria contar sempre para o onze.
      Di Maria teve azar do sistema que escolhi. E teve azar sobretudo porque não gosto muito de ciclistas na posição de interior do losango. É de longe o melhor ala que o Benfica teve nesse período. Melhor que salvio, gaitan, etc... Mas no meu losango só há espaço para pensadores no meio campo. Daí Witsel e Matic.

      O Ramires foi o único que tive/tenho dúvidas, mas para entrar na posição do Javi, recuando o Matic.

      Para mim, estes são os melhores jogadores das suas posições que passaram pelo Benfica. Independentemente das contrapartidas financeiras, dos valores dos jogadores... Estes, para mim são os melhores dentro de campo. Garantem melhor aquilo que procuro no meu modelo de jogo.

      Abraço

      Eliminar
    3. Ó Baggio,

      Por acaso no 4-1-2-1-2 (o 4-4-2 losango) que mencionaste, não acho que o Saviola funcionasse assim tão bem. É que o Saviola que tivemos gostava muito da bola no pé e não tanto no espaço. Nesse contexto preferia um Lima por exemplo.

      Depois os interiores do teu meio-campo... acho que acabariam por sofrer do mesmo problema. Contudo, penso que queiras apostar nos laterais para darem profundidade aos flancos.

      Pessoalmente, nesse modelo de jogo, preferia meter o Ramires e o Di como falsos interiores, e o Matic e o Witsel nos lugares de Javi Garcia e do Aimar, respectivamente (tive pena de não testarem como deve de ser o Witsel a "10"...). Acho que assim o quarteto de meio-campo era mais fluido e não tão rígido. Permitiria ir alternando as subidas dos laterais e assim a gestão de esforço.

      Por outro lado, lá na frente, apostaria num Salvio e num Lima, ou num Gaitán e Rodrigo, ou qualquer outra combinação destes 4.

      Eliminar
    4. Artur; Maxi, D. Luiz, Garay, Coentrão; Matic; Ramires, Witsel, Di Maria; Aimar, Saviola

      Suplentes: Quim, Luisão, Ruben Amorim, Javi Garcia, Nolito, Gaitan, Lima

      Eliminar
    5. Gonçalo Matos,

      Gosto, mas tenho receio que frente a Magala's, essa dupla atacante iria receber muito pau... ;)

      Por curiosidade, organizava-os em 4-2-3-1 ou 4-5-1?

      Eliminar
  4. Artur
    Ruben Amorim
    Luisão
    Garay
    Coentrão
    Matic
    Witsel
    Aimar
    Di maria
    Nolito
    Miccoli / Saviola

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ronaldinho,

      Lamento não teres vindo para o Glorioso em 2003, quando saiste do PSG...

      Quanto ao Miccoli, como o tempo passa, a verdade é que não o podemos colocar neste exercício, porque saiu do Benfica à mais de 5 anos (já não estava cá em 2008-2009).

      Já agora, como pensaste em organizar esse onze? 4-2-3-1, com o extremos "trocados"?

      Eliminar
    2. Epa que azar! Eu adorava o Miccoli por isso pus logo e nem pensei há quanto tempo saiu ele, nesse caso Saviola claro. Organizava em 4-3-3 com extremos trocados sim, e que bela equipa seria...

      Eliminar
    3. Ronaldinho,

      Não deixa de ser curioso colocares o Nolito. Para mim, acho que poderia ter tido um papel de maior destaque na época passada... nunca percebi o contra do Jesus com o espanhol... enfim! Boa escolha!

      ;)

      Eliminar
  5. Boas PP,
    Daí ter dito e falado do que quero no meu modelo de jogo.
    E no meu modelo quero jogar com ela no pé 90% das vezes e atacar o corredor central na mesma medida.

    As bolas no espaço só iriam sair quando fosse realmente necessário. O resto dos desequilíbrios iam ser em espaços curtos, com tabelas, apoios frontais, e com o mover do adversário pela superioridade numérica no meio, e qualidade na troca. Depois Aimar também ia tratar de desequilíbrios individuais, tal como Axel e Matic, por serem muito criativos e sobretudo por jogarem bem. Não vejo melhor fluidez de jogo possível do que a adoptada por estes jogadores.

    Quanto à profundidade no flanco, lá está, ia ser apenas uma questão de atração, ou seja, largura, só para abrir a equipa adversária, atrair jogadores para esse espaço e depois atacar a zona central. Para mim, a largura não tem como objectivo principal a profundidade, 90% das vezes, quero apenas que chamem jogadores para esse espaço e depois voltar a invadir o espaço interior, quer em drible, quer em passe.
    Modelos de jogo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah! Ok!

      Já percebi que basicamente fazias um cerco à equipa adversária, daí que não privilegias avançados como um Lima, mas sim como Saviola.

      É uma boa estratégia... contudo, acho-a demasiada formatada para um estilo de jogo. Um pouco à imagem do que sucede com o Barcelona. Em mais de 90% dos jogos estás na boa, o problema será os Bayerns desta vida... ;p

      Mas, como meteste o Aimar, eu pagava para ver essa tua equipa... ;D

      Eliminar
  6. De qualquer das formas e respondendo a tua questão, qualquer uma das equipas aqui montadas, tem qualidade individual na medida dos grandes europeus e tinha hipóteses muito reais de ser campeã europeia.
    Abraço

    ResponderEliminar
  7. Pessoal vamos boicotar a Sport tv , que eles têm de baixar os preços.
    eles são uns comilões

    ResponderEliminar
  8. (Inserir GR, sff)

    Luisão e Garay parecem-me melhor que Luisão e David Luiz e o capitão parece que é referência na liderança táctica da equipa, daí que David Luiz salta fora. Coentrão era até mais que o lateral, era alma, era benfiquismo (mesmo não sendo benfiquista de pequeno)... uma perda para além das suas qualidades. Maxi porque no bom e no mau nunca teve concorrência regular.

    Matic, what else... :) sorry, Javi. :(
    Ramires, what else... :) sorry, Witsel :(
    Di Maria porque parece-me que é o melhor representante dos extremos e tenho ideia de ter interiorizado o preciso para o equilíbrio defensivo. Muitas alternativas, no entanto.
    Aimar e nem me vou dar ao trabalho de justificar.

    Na frente, talvez onde tenha maiores dúvidas. Cardozo, apesar de não ser um grande admirador, é a referência. Talvez recaia sobre Saviola.

    Onze em retrospectiva (o resultado, não o que acho que seria melhor):

    Inserir GR

    Maxi Luisão Garay Coentrão

    Matic
    Ramires Di Maria
    Aimar

    Saviola
    Cardozo

    Benfica se estivesse a jogar FM:

    Oblak (nunca o vi, mas só para meter nojo :p )

    Maxi* Luisão Garay Coentrão

    Matic
    Ramires Di Maria
    Aimar

    Saviola
    Rodrigo (encaixa?)

    Suplentes:

    Artur
    David Luiz
    Melgarejo
    Javi Garcia
    Witsel
    Gaitan/Salvio
    Nolito/Ola John
    Lima/Cardozo

    * Podia haver melhor, ainda assim. :p

    Não meto Nuno Gomes, mas é porque já o contratei para funções na estrutura importantes. Anda juntinho da equipa e é mais importante que o capitão.

    ResponderEliminar