10 dezembro 2015

Quem preferem?


Quem gostariam que o Benfica jogasse nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões esta temporada?

Considerando as respectivas opções, eis a minha resposta por ordem de preferência:

1. Manchester City
Pela primeira vez os "novos ricos" de Manchester conseguem passar a fase de grupos da Liga dos Campeões em primeiro lugar, do seu grupo D. Teoricamente, esta equipa está no top das equipas mais talentosas da Europa. Craques como o argentino Agüero, Yaya Touré, Kompany e agora com De Bruyne e Steerling, têm futebol mais que suficiente para decidirem sozinhos o que não conseguem colectivamente. No entanto, na Liga dos Campeões o nível é muitíssimo elevado e na maioria dos casos o talento só por si não resolve nada. Que o diga o City na época passada, quando foi a Nou Camp...
Tendo em conta o facto de o Manchester City nunca ter jogado contra o Benfica, mas também o facto de os jogadores encarnados terem a oportunidade de se mostrarem numa montra muito importante do futebol mundial, assim como o facto de o encontro dos oitavos-de-final serem em Fevereiro, depois de um período complicado com inúmeros jogos da Liga Inglesa (o inverno em Inglaterra é non stop e isso deixa mazelas), este é para mim o adversário ideal para o Benfica de Rui Vitória. Talvez esteja demasiado optimista ou até mesmo muito ambicioso, mas se há "tubarão europeu" que possamos bater o pé em dois jogos, é o vice-campeão inglês. E, não esquecer que Inglaterra fica "apenas" a 3 horas de distância.

2. Wolfsburgo
O vencedor do grupo B é um estreante nos oitavos de final da Liga dos Campeões e é caso para dizer "grande estreia"! É uma equipa que viu perder já no decorrer desta temporada o seu melhor jogador das últimas épocas, o belga Kevin De Bruyne, para os "citizens" de Manchester. No entanto, à boa maneira germânica, souberam colmatar devidamente essa saída, recorrendo à aquisição do jovem craque germânico Julian Draxler. Em termos de individualidades, diria que nenhum dos seus jogadores se destaca embora a equipa esteja recheada de craques. Aliás, o forte mesmo é o jogo colectivo dos germânicos. Não é à toa que o Wolfsburgo, juntamente com o Dortmund (e a espaços com o Mönchengladbach) têm sido as equipas que na Bundesliga mais luta dão ao poderosíssimo Bayern de Guardiola. Logo, desenganem-se que possam ser um adversário muito fácil.
Curioso verificar que se for este o nosso adversário, será igualmente uma estreia para nós defrontarmos-los. E, isto é um ponto a nosso favor. Igualmente a nosso favor prende-se com a paragem de inverno das competições germânicas, o que fará com que o Wolfsburgo possa ter dificuldades no seu jogo em Fevereiro. Por outro lado, uma viagem à Alemanha embora não seja perto, não é transcendente. As duas únicas desvantagens que prevejo se estes forem o nosso adversário nos oitavos, prende-se com o inverno rigoroso que iremos defrontar quando lá formos jogar e talvez o possível relaxamento de irmos jogar frente a uma equipa perfeitamente ao nosso alcance.

3. Zenit
A equipa russa quase que fez o pleno de vitórias na fase de grupos (ficou apenas a uma vitória dos 6 encontros que disputou). Com relativa naturalidade foi qualificada em primeiro lugar no grupo H. É uma equipa comandada pelo nosso conhecido André Villas-Boas e recheada de jogadores que actuaram em Portugal, como o Hulk e o Danny, e em particular no Benfica, como o Garay, o Javi Garcia e o Axel Witsel. Contudo, quem tem sido a sensação da equipa é o ponta-de-lança Dzyuba, que já marcou 6 golos nesta edição da Champions. É conhecido localmente como o "Ibrahimovic russo". É de facto um ponta-de-lança poderosíssimo do ponto de vista físico, dada a sua estatura e envergadura. No entanto, penso que este tipo de perfil de avançado encaixa melhor no nosso perfil de centrais.
O Benfica já defrontou o Zenit por 5 vezes, tendo ganho apenas um jogo e averbado 4 derrotas. Em termos de saldo de golos, estamos no negativo pois marcámos 4 e sofremos 7. Outro ponto negativo é a viagem longa à Rússia. No entanto, também há vantagens. A primeira é que o Zenit terá que fazer uma pausa nas competições no inverno, pelo que em Fevereiro estará numa espécie de segunda pré-época, logo o futebol que apresentarão não será o mesmo. Segundo, apesar de ter excelentes jogadores, são nossos velhos conhecidos, pelo que o factor surpresa é dissipado. Terceiro, o sistema e modelo de jogo está perfeitamente identificado na Luz. Logo, a equipa russa é uma equipa perfeitamente ao nosso alcance. Se forem o nosso adversário, temos a oportunidade de equilibrar as contas e até mesmo virar o saldo negativo.

4. Real Madrid
O vencedor do grupo A tem estado imparável nesta edição da Liga dos Campeões. É verdade que frente ao PSG teve alguma sorte, sobretudo no jogo de Bernabéu. Mas, também não é menos verdade que a turma "merengue" comandada por Rafael Benitéz não pode contar durante muito tempo com James Rodriguez, Gareth Bale e até mesmo o Karim Benzema. De qualquer maneira, Cristiano Ronaldo continua imparável, quebrando mais um recorde na fase de grupos desta competição: o melhor marcador de sempre numa fase de grupos da Liga dos Campeões, com 11 golos.
Curiosidade, o Benfica já enfrentou o Real Madrid por 23 vezes, tendo vencido 9, empatado 3 e perdido 11 encontros. Mas, nota importante: marcámos 52 golos e sofremos 49! Talvez por este registo positivo é que coloco este verdadeiro colosso mundial como 4ª opção e não uma das últimas. Isso e o facto da equipa ser comandada por Benítez que quanto a mim é muito previsível no banco, o que poderá ser uma vantagem para nós se a soubermos aproveitar.

5. Chelsea
Na época passada o Chelsea de José Mourinho estava a deslumbrar na Premier League e ficou-se pelos oitavos-de-final na Liga dos Campeões, aos pés da equipa Parisiense do PSG. Esta temporada, já não poderá repetir o mesmo adversário nos oitavos-de-final e tendo em conta a prestação paupérrima na EPL, estou convicto que a aposta dos blues de Londres será efectivamente na Liga dos Campeões. Lembram-se de ter falado das equipas de top em termos de talento dos seus jogadores? Pois bem, o Chelsea de Mourinho é uma dessas equipas. Assim de repente, nomes como Courtois, Terry, Fàbregas, Hazard, Óscar, Diego Costa, Pedro e os nossos conhecidos Matic e Ramires, são de impor respeito. Sendo assim, desengane-se o leitor que pense que lá por estarem na metade inferior da Liga Inglesa são uma equipa fraca em termos de qualidade individual. Não o são! No entanto, também não são aquele bicho papão que muita gente o faz pensar. Em termos colectivos, a equipa de Mourinho está irreconhecível e mesmo na Champions as exibições são tudo menos convincentes. William tem sido o melhor jogador do Chelsea e os lances de bola parada têm sido uma arma muito eficiente, numa altura em que os perigosíssimos e velocíssimos contra-ataques das equipas de Mourinho tardem a aparecer.
Como curiosidade, o Benfica já jogou com o Chelsea por 5 ocasiões. Apenas venceu uma delas e perdeu as restantes quatro. Ao todo o saldo de golos está negativo: 6 golos marcados para 8 sofridos. Ou seja, o desnível não é muito. No entanto, a equipa do Chelsea está demasiado imprevisível e tendo em conta que irão apontar tudo o que têm e não têm na Liga dos Campeões, não é decerto a minha primeira opção.

6. Barcelona
Têm para muitos o melhor tridente ofensivo da história do futebol mundial: Messi, Suárez e Neymar. Depois têm um experiente Iniesta que é um autêntico maestro naquele meio-campo blaugrana. O croata Rakitic foi uma excelente contratação e o pêndulo Sérgio Busquets é um craque que muitos desprezam, mas que cola a equipa toda. Poderia igualmente falar dos laterais como Dani Alves e Jordi Alba, ou da adaptação super inteligente de Mascherano a central, ou até mesmo do imperialismo defensivo de Piqué ou do jogo de pés tanto de Cláudio Bravo como de Ter Stergen. Ou seja, poderia falar da equipa toda. Mas, apenas vou dizer o seguinte: são os campeões Europeus em título! E, ainda por cima o Suárez tem estado com a veia goleadora... já foram 5 golos marcados só na fase de grupos. 
O histórico de encontros com o Benfica, não é famoso. Dos 20 jogos já realizados, os encarnados venceram 5, empataram outros 5 e perderam 10. Saldo de golos: 23 marcados e 40 sofridos. No entanto, é preciso jogar com alguns aspectos. O Messi vem de lesão prolongada e aparentemente não está no seu melhor. É óbvio que até Fevereiro ele ganhará a forma. Mas, também não é menos verdade que até Fevereiro o Barcelona irá jogar o mundial de clubes e isso irá aumentar a carga física dos seus jogadores que não vão parar, pois estão em todas as frentes. Se atendermos que o futebol do Barcelona está menos pressionante e mais directo do que era na altura de Guardiola, tornando-o muito mais previsível, tudo isto poderá reequilibrar a balança para os encarnados. Se este for o nosso adversário, possivelmente se perdermos, perderemos com um dos possíveis vencedores da competição. Qualquer que seja o motivo, valerá a pena o ingresso para este encontro.

7. Bayern
Equacionei colocar em sexto lugar esta opção. Não o fiz porque se trata de uma equipa do Guardiola. Se há treinador do mundo que domina todos os momentos de jogo, esse treinador é o Pep. O Bayern de Munique é uma equipa de autor. A forma como ele tem trabalhado a equipa com dois avançados declarados e mais dois extremos tem sido excelente. É óbvio que já teve os seus deslizes, como por exemplo, na última jornada da Bundesliga. Contudo, a fluidez do seu modelo de jogo é brutal. Todos os seus jogadores entendem perfeitamente os princípios de jogo. O trabalho que tem feito com o talentoso extremo brasileiro, que ainda noutro dia, parecia no papel como lateral esquerdo, mas na prática era um terceiro homem do meio-campo a dar criatividade ao ataque, não é para todos. E de recordar o que já tinha feito com o Alaba e o Lahm em temporadas anteriores. Isto para não falar que só agora no final de 2015 é que tem Robben e Ribery (os melhores jogadores do Bayern durante as últimas temporadas) à sua disposição, isto depois de um período longuíssimo de recuperação de lesão. Já falei de Müller e Levandowski na frente de ataque? E de Thiago e Alonso no meio-campo? E de Boateng e Neuer a limparem tudo na defesa? (Reparem que falo do guarda-redes como se este fosse um central... o que muitas vezes até é!)
Historicamente, o Benfica em 10 jogos, tem 2 vitórias, 3 empates e 5 derrotas. O saldo é negativo, com 9 golos marcados e 20 sofridos. As possíveis vantagens que possamos ter frente ao Bayern é a paragem de inverno do futebol germânico, mas mesmo isso com o Guardiola ao comando é acautelado, pois o tipo pensa em tudo e em soluções para contrariar essas situações. Talvez a nossa maior vantagem é olharmos para dentro, acreditarmos no nosso valor e fazer os dois jogos da nossa vida.




P.S.: Para mais dados estatísticos e históricos dos confrontos destas equipas com o Benfica consultem os seguintes links no site da UEFA e no blogue Em Defesa do Benfica

27 comentários:

  1. Águia Preocupada11/12/15, 00:26

    Real Madrid!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa! Seria um confronto difícil apesar deles terem o Benítez...

      ;)

      Eliminar
    2. Águia Preocupada11/12/15, 01:02

      A ser goleado que seja em grande! Levarmos uma tareia, tipo 7-0 do Celta, de um Zenit, Chelsea ou Wolfsbourgo não tem graça nenhuma e seria mais humilhante!
      Assim, venham eles! Cá os esperamos e recebê-los-emos com muita simpatia!

      Eliminar
    3. City para mim... Com 2 pedras de gelo. Acho que nos damos bemcom equipas inglesas.

      Eliminar
    4. Águia Preocupada, sermos goleados pelo Real Madrid? Não acredito lá muito. O Real tem excelentes jogadores, mas como equipa nem a metade do potencial já atingiram. Por isso, não é aquele bicho papão.

      Eliminar
    5. Borrego das Cartas, ora aí está! O City é outro dos tubarões que tem maior probabilidade de ficar já nos oitavos. Têm grandes jogadores, mas na Europa o colectivo deles nem sempre se atina.

      Depois, há o factor motivacional de grande parte dos nossos jogadores. Quem é que não quer dar-se a conhecer e seduzir os grandes de Inglaterra?

      Em termos de receitas para nós até será benéfico duplamente.

      Eliminar
    6. PP

      Tu navegas mesmo na maionese se achas que o Real Madrid não goleia facilmente o Benfica no Bernabéu, mas não adianta...para ti quem te ouvir falar somos o principal candidato ao titulo da Champions...o Barça o Bayern e o Real estão cheios de medo

      Eliminar
    7. Por isso é que eles são as minhas primeiras opções para o sorteio de segunda-feira... Ou não!

      Ai Kafka, Kafka...

      =D

      Eliminar
    8. "Águia Preocupada, sermos goleados pelo Real Madrid? Não acredito "

      Isto foi escrito por ti

      Ai PP, PP...

      Eliminar
    9. Kafka I, tens comportamentos de troll e isso não é tolerável neste blogue. Considera-te avisado.

      Eliminar
    10. cla clap, és o maior porque apagaste a resposta que te dei...cla clap

      Eliminar
  2. Wolfsburg , manchester city ou Zenit

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esse também é o meu trio de preferências, apesar de ter outro ordenamento... ;)

      Eliminar
  3. O Benfica só tera alguma hipotese de passar contra o Zenit...ai sera 50-50

    Contra Real, Barça e Bayern será goleado, a não ser que por pena e gestão de esforço nenhum dos 3 forcem muito a coisa

    City e Chelsea não acredito que sejamos goleados mas não temos hipoteses, ainda para mais com o mediocre Rui Vitoria

    Wolfsburgo esta mais fraco que o ano passado, mas o Benfica com o mediocre Rui Vitoria também esta mais fraco e portanto só com muita sorte passariamos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre a descascar no Rui Vitória... acho que perdes demasiada energia com essa negatividade toda...

      Eliminar
  4. 100 por cento de acordo. Muito boa análise. Apenas tem nota, posso estar enganado, que o Zenit irá para o primeiro jogo da Champions dos oitavos de final com algumas baixas por suspensão. Penso que li isso em algum lado.

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  5. O Benfica tem 50% de hipoteses em eliminatória que não envolva clube alemão ou espanhol.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo, olha que se considerarmos um resultado positivo para o Benfica uma vitória ou um empate e um resultado negativo uma derrota, frente ao Real Madrid temos pouco mais de 50% de hipóteses, frente ao Barcelona temos 50% de hipóteses e frente ao Bayern o mesmo. Com o Wolfsburgo será uma estreia absoluta.

      ;)

      Eliminar
  6. Para mim seria uma destas equipas - Zenit, Chelsea, Wolfsburgo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Wolfsburgo ainda é naquela, mas porquê o Zenit e o Chelsea SonNGoha? Os russos é uma viagem do caraças em pleno inverno e o Chelsea vai apostar tudo na Champions... qual a tua estratégia?

      Eliminar
    2. Olhando para os resultados do Chelsea não têm sido nada de especial tanto na champions como no campeonato. Nem me lembrei do gelo no Zenit!! ehehe

      Eliminar
  7. Eu acho que só o Barça e o Bayern são quase impossiveis , Real e Chelsea muito difíceis , os outros 3 é 50%.
    Agrada-me a hipotese M.City , maior o nome que a qualidade da equipa que em todo o caso é muito boa.
    Força Benfica!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais! O City a meu ver seria excelente a todos os níveis. Seria um sucesso de bilheteira, pois é uma equipa com grandes jogadores. Depois, não é assim tão impossível quanto isso. Terceiro, fará com que a nossa equipa e jogadores tenham de se mostrar ao mercado inglês que é o mercado mais aliciante para os jogadores e para nós como clube vendedor.

      Em suma, desportiva e financeiramente é a melhor opção.

      Eliminar
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  9. Zenit ou Wolfsburgo, claramente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E não é que saiu o Zenit?! ;)

      Eliminar